Influência dos factores climáticos no comportamento gregário das aves de montanha

O Projecto

Ecossistemas de montanha »

Nos ecossistemas de montanha, as condições ambientais mudam rapidamente com a altitude, devido a gradientes de temperatura e à variabilidade da precipitação. Assim, mudanças rápidas na zonação bioclimática ocorrem em pequenas distâncias verticais, pelo que mudanças relativamente pequenas no clima podem provocar grandes mudanças na área disponível para a vida nas montanhas.

Alterações climáticas nas montanhas »

As mudanças climáticas nos ecossistemas de montanha podem aumentar ou diminuir a precipitação, dependendo da latitude, e a redução da humidade deverá potenciar o aumento da frequência de incêndios. Algumas regiões de montanha deverão receber menos água, com consequências muito relevantes para as planícies semi-áridas envolventes e a redução dos volumes dos glaciares deverá ter um forte impacte sobre os fluxos dos rios durante a estação seca.

Adaptações comportamentais das aves de montanha »

As alterações comportamentais representam algumas das adaptações mais importantes para a sobrevivência das aves a alterações severas no clima. As alterações comportamentais mais evidentes encontram-se nos hábitos sociais, sendo frequente verificar-se que espécie altamente territoriais, cujos machos defendem activamente os seus territórios durante a estação seca, formam grandes bandos de alimentação durante o Inverno. O mesmo acontece entre espécies competidoras, que chegam agregar-se durante os períodos de maior rigorosidade climática, formando bandos mistos com estruturas sociais complexas e mal conhecidas.

A importância da formação de bandos »

A formação dos bandos está activamente associada à maximização da procura de alimento e ao aumento da capacidade de defesa contra predadores, sendo uma evidência que as alterações sazonais e repentinas nas condições climáticas, e as suas repercussões  na quantidade e qualidade dos recursos disponíveis, são o estímulo para a formação dos bandos.

Objectivo

Há exemplos documentados de como as mudanças nos padrões climáticos estão a afectar as populações de aves de montanha em todo o mundo. Um dos factores mais preponderantes será o facto do aquecimento das zonas montanhosas levar à migração dos habitats em direcção às zonas mais elevadas. Prevê-se que algumas destas espécies possam enfrentar grandes desafios à sua sobrevivência, especialmente as mais dependentes de climas mais frios ou de nichos ecológicos mais restritos. Muitas espécies podem adaptar-se rápida e facilmente às alterações climáticas, tendo a capacidade de explorarem novos habitats e novos recursos. Outras, no entanto, que não sejam capazes de criar novos hábitos e de explorar recursos alternativos, sofrerão um declínio acentuado ou poderão mesmo extinguir-se. Deste modo, o objectivo deste projecto é compreender quais poderão ser as respostas comportamentais das aves às alterações climáticas nos ecossistemas de montanha.

O projecto »

Área de estudo »

Fase actual »

Como participar